Pra quem odeia whey em pó!

Sempre detestei tomar whey, acho que não existe no mundo alguém que goste menos de whey em pó do que eu. Já experimentei várias marcas, sabores, nacionais e importados, concentrado, isolado, hidrolisado, mas não adianta… assim que jogo pra dentro ele estufa meu estomago e parece que eu engoli uma melancia. Leva mais de uma hora pra passar o enjoo 🙁  …. e nem vou falar do sabor, sempre os mesmos chocolate, morango e baunilha que na verdade parecem chocolate vencido, morango estragado e leite coalhado.

Mas o que fazer? No meu caso o whey é necessário para suplementar a proteína que eu deveria ingerir no pós-treino de musculação, saio da academia direto pro escritório e não dá tempo de fazer uma refeição proteica, daí a facilidade de ter à mão a dose necessária de proteína.

Já faz tempo que busco uma solução pra isso, de cara descartei as barrinhas que por serem sólidas demoram para serem digeridas (óbvio) e a entrega da proteína não ocorre no momento que o músculo precisa. Maaaaaas… recentemente encontrei duas apresentações de whey que me agradaram demais, por isso compartilho com vocês!

A primeira é o Power Pack Pudding da MHP. São 30g de proteína, sem açúcar, sem glúten, sem lactose e com uma baixa concentração de carboidratos. Ele tem a textura e o sabor do Danette, ou seja, é gostoso pra caralho! A apresentação em lata facilita bastante a vida de quem tem a rotina puxada, porque lacrada ela pode ser transportada na mala da academia, mochila, ou até na bolsa sem problemas. Não precisa manter refrigerado, embora eu ache mais gostoso gelado 🙂
Essa opção seria perfeita não fosse o fato de cada latinha custar tão caro (em média R$ 18,00). Minha nutricionista, Angélica Lima, encontrou a solução com uma receita de pudim de whey que dá pra fazer em casa, não fica igual ao da MHP, mas também é gostoso e tem as mesmas propriedades.

IMG_2402O segundo formato foi uma descoberta recente, o Muscle Shake Protein Drink da Prime Sports. A caixinha de 250ml contem 21g de proteína, sem glútem, tem um pouco menos de calorias que o Pudding da MHP, e é turbinado com vitaminas A, E e D. O sabor e a textura são os mesmos do milk shake do Bob’s, juro, só falta o ovomaltine! É uma delícia principalmente se estiver gelado!
Agora a Angélica vai ter que descobrir como os caras da Prime conseguiram deixar o whey tão gostoso porque o preço da caixinha também não é nada atraente, em média R$ 9,00 cada uma.

LEMBREM! O uso excessivo de whey protein pode sobrecarregar os rins além de gerar outros problemas no aparelho digestivo, então não saia comprando a loja de suplementos inteira, consulte sempre um nutricionista.

Bons treinos!

Author: Cleber Pereira

Share This Post On